TOC em cães

Você sabia que os cachorros também podem desenvolver o Transtorno Obsessivo Compulsivo? Claro que há diferenças significativas entre o transtorno em pessoas e animais.
Geralmente, as causas do TOC estão associadas a fatores psicológicos. Cães que tiveram históricos de abuso físico ou emocional podem apresentar manias e comportamentos obsessivos. Por isso, é importante prestar atenção nos sintomas, principalmente se o seu cãozinho for adotado e tiver sofrido com traumas.

OBSERVAR OS SINAIS

O primeiro sintoma que deve ser notado é a intensificação de um comportamento. Ou seja, os latidos, o ato de se coçar, passam a ser mais frequentes. Os primeiros sintomas decorrem da intensificação do comportamento canino. Isso quer dizer que as atividades que o pet desempenha são muito mais potencializadas.

ALGUNS SINTOMAS

Correr atrás do rabo pode ser um sintoma de que o seu cachorro está sofrendo com o transtorno, assim como lamber a pata com frequência e correr atrás do rabo. Esse sintomas são muito parecidos com os da ansiedade e quando ele se sente só, por isso é importante levá-lo ao veterinário para que possa ser diagnosticado.

AUSÊNCIA DE ROTINA

Quando o cachorro percebe que está sozinho ele pode desenvolver um quadro de ansiedade e muitas vezes ele extravasa toda essa energia destruindo objetos, uivando, latindo e chorando. Mas esse quadro tende a mudar quando o cãozinho percebe que a rotina da casa será retomada.
Mas se esse for um comportamento persistente, é necessário levá-lo ao veterinário para que seja realizada uma avaliação mais detalhada e prosseguir com o tratamento adequado.

TRATAMENTOS

É importante frisar que o acompanhamento com um veterinário é essencial e ele poderá encontrar a melhor solução para o seu pet. Mas na maioria das vezes é necessário tratar os sintomas físicos e os psicológicos; o primeiro consiste nos machucados que muitas vezes o transtorno causa, como no caso de morder o rabo com frequência, em algumas ocasiões são necessárias ataduras para impedir que ele continue se machucando.

COMO EVITAR TRANSTORNOS COMPULSIVOS EM CÃES

O cachorro precisa estar em um ambiente saudável e aconchegante, em que ele se protegido. E caso ele faça alguma travessura, não use a violência e nem a força física para dar a bronca nele. Os cãezinhos também precisam realizar exercícios com frequência, para evitar quadros de ansiedade de depressão. E não se esqueça de oferecer a ele uma alimentação saudável e de manter as vacinas dele em dia.

.

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *